terça-feira, 29 de junho de 2010

EU NEM QUERIA MESMO QUE VOCÊ GOSTASSE DE MIM. QUEM VOCÊ PENSA QUE É? NÃO PRECISO DO SEU AMOR, NÃO PRECISO MESMO........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................
OU SIM! :(

segunda-feira, 28 de junho de 2010


TEM TANTA COISA QUE EU QUERIA TE DIZER. EU QUERIA TE FALAR QUE QUANDO VOCÊ ESTÁ PERTO É COMO SE UM FURACÃO DESPERTASSE EM MIM, TENHO VONTADE DE GRITAR, DE CHORAR. TEM TANTA COISA QUE EU QUERIA TE DIZER... QUERIA TE EXPLICAR PORQUE FICO ZANGADA SEM MOTIVOS, QUERIA DIZER QUE TE IMAGINAR COM OUTRA ME MACHUCA, QUE TEU JEITO ME ENVOLVE MAS TAMBÉM ME FAZ QUERER TE MATAR. MEU CARO, TEM TANTA COISA QUE EU QUERIA TE DIZER, MAIS NÃO CONSIGO! TENHO MEDO QUE PASSE A ME ODIAR, TENHO MEDO QUE ME AFASTE (mais que o normal). EU QUERIA QUE VOCÊ SOUBESSE CADA DETALHE SEM QUE EU TIVESSE QUE PRONUNCIAR PALAVRA ALGUMA, SE FOSSE PLATÔNICO, EU PODERIA DIZER QUE ERA TUDO SUA IMAGINAÇÃO, QUE OUVIA COISAS IRREAIS. TALVEZ EU NUNCA DIGA NADA DISSO QUE ESTÁ CUTUCANDO MEU PEITO OU ENGASGADO EM MINHA GARGANTA, MAS NÃO DUVIDE NEM POR UM SEGUNDO, DE QUE NÃO SOU SÓ ISSO, DE QUE TEM TANTA COISA QUE EU QUERIA TE DIZER... QUERIA PODER FALAR ABERTAMENTE SOBRE O BURACO QUE TÁ AQUI DENTRO. SOBRE A PRESSÃO EXERCIDA CONTRA MEU CORAÇÃO, A ÚNICA VONTADE QUE EU TENHO É DE COLOCAR TUDO ISSO PRA FORA, DE TIRAR ISSO DE MIM AOS BERROS. É COMO SE FOSSE UM DAQUELES BURRACOS NEGROS, QUE VÃO CONSUMINDO CADA GOTA DE ESPERANÇA E CADA PINGUINHO DE PAZ QUE TENTA EXISTIR EM MIM. O QUE HÁ DE ERRADO COMIGO? QUE TIPO DE REMÉDIO EXISTE PRA CURAR ESSE VAZIO? EU PRECISO DE ALGO NOVO URGENNNNNNNNNNTE, AS MINHAS FORÇAS ACABARAM. xoxo Emily Marinho.
NÃO QUER DIZER QUE EU NÃO TE AME, ATÉ PORQUE EU TE AMO. TEM MAIS HAVER COM O FATO DE VOCÊ ESTAR SEMPRE AUSENTE, E EU TER ME ACOSTUMADO COM ISSO. EXISTE MAIS EM VOCÊ DO QUE ESTOU PODENDO DECIFRAR, O RELOGIO TA CORRENDO NO TEMPO ERRADO. TÁ TUDO DE PERNAS PRO ALTO, TÁ TUDO BAGUNÇADO, APENAS! ME ARREBENTA POR DENTRO QUANDO CADA COISA QUE EU VEJO ME LEMBRA VOCÊ. ME DEIXA EM PEDAÇOS QUANDO DESEJO VOCÊ COMIGO, PORQUE EU SEI QUE NÃO VAI ESTAR. DÓI MUITO TER QUE SEMPRE SONHAR. É COMO SE CADA VEZ QUE VOCÊ PARTISSE LEVASSE UM PEDAÇO DE MIM JUNTO. MAS A SUA FALTA FAZ MORRER TUDO QUE JÁ CONSTRUIMOS, E ELA ME MATA CADA DIA MAIS E MAIS. ME AJUDE, ARRUME UM JEITO DE FICAR :( OU PELO MENOS DE DIZER ADEUS, DE UMA VEZ POR TODAS. xoxo Emily Marinho

domingo, 27 de junho de 2010

DURANTE TODO ESSE TEMPO EU NÃO CONSEGUI TIRAR VOCÊ DA MINHA MENTE, E NINGUÉM SABE DISSO, ALÉM DE MIM. FICO OLHANDO A SUA FOTO, AINDA DURMO COM A CAMISA QUE VOCÊ DEIXOU AQUI, E NINGUÉM SABE, MAS EU TODO DIA EU LIMPO MINHAS LÁGRIMAS, TANTAS NOITES EU REZO PARA QUE VOCÊ ME LIGUE E DIGA: "EU DEVERIA TER TE PERSEGUIDO, EU DEVERIA TER TENTADO PROVAS QUE VOCÊ ERA TUDO QUE IMPORTAVA PARA MIM. EU DEVERIA TER DITO TUDO O QUE EU GUARDEI DENTRO DE MIM E TALVEZ EU PODERIA TER FEITO VOCÊ ACREDITAR QUE O QUE TÍNHAMOS ERA TUDO QUE NÓS PRECISAMOS". MEUS AMIGOS ACHAM QUE ESTOU SEGUINDO EM FRENTE, MAS A VERDADE É QUE NINGUÉM SABE DISSO, ALÉM DE MIM. E EU TENHO MANTIDO TODAS AS COISAS QUE VOCÊ DISSE NA MINHA CABEÇA E ENTÃO COMEÇO A PENSAR QUE SE VOCÊ ESTÁ FELIZ, EU VOU SUPERAR DE ALGUMA FORMA. xoxo Emily Marinho

quarta-feira, 23 de junho de 2010


WHAT CAN I DO?
IMAGINAR COMO VOCÊ ESTÁ, QUE ROUPA ESTÁ VESTINDO, QUE PERFUME ESTÁ USANDO. LEMBRAR DAS PALAVRAS QUE VOCÊ DISSE, DAS COISAS QUE VOCÊ FEZ, DO JEITO DE COMO ME ABRAÇOU. LEMBRAR DE VOCÊ, PENSAR EM VOCÊ, SONHAR COM VOCÊ. TENTAR NEGAR, DIZER QUE NÃO PENSO EM VOCÊ OU QUE NÃO QUERO VER VOCÊ DE NOVO, QUANDO VOCÊ NÃO SAI DA MINHA CABEÇA E CONTO OS DIAS PRA VOCÊ VOLTAR. TENTAR NÃO ME ILUDIR, TENTAR POR OS PÉS NO CHÃO. TENTAR ACREDITAR NAS MINHAS PRÓPRIAS MENTIRAS DE QUE ISSO VAI PASSAR, QUE ISSO NÃO É NADA, QUANDO NO FUNDO, EU SEI QUE NÃO VAI PASSAR NEM MUDAR. E É ENGRAÇADO COMO DEPOSITAMOS TANTA CONFIANÇA E TANTO SENTIMENTO NAS PESSOAS, EM PESSOAS QUE ACHÁVAMOS CONHECER, MAS, QUE NO FIM, SÓ MOSTRARAM SER IGUAIS A TODO. E POR ESPERAR DEMAIS, SONHAR DEMAIS, CRIAS EXPECTATIVAS DEMAIS, SEMPRE ACABAMOS NOS DECEPCIONANDO E NOS MACHUCANDO CADA VEZ MAIS. xoxo Emily Marinho.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

every part of me.

EU ME SINTO A MILHÕES DE MILHAS DISTANTES DE MIM MESMA, MAIS E MAIS ESSES DIAS. EU ESTIVE ABAIXO DE TANTAS ESTRADAS ABERTAS, MAS ELAS NUNCA ME LEVAM PRA CASA. E AGORA EU NÃO SEI BEM QUEM EU REALMENTE SOU, COMO ISSO VAI SER? EXISTE ALGO QUE EU NÃO CONSIGO VER? EU QUERO ENTENDER... TALVEZ EU NUNCA SERIA QUEM EU ERA ANTES, TALVEZ EU NÃO O CONHEÇA MAIS. TALVEZ QUEM EU SOU HOJE NÃO É TÃO LONGE DE ONTEM. POSSO ENCONTRAR UM JEITO DE SER TODAS AS PARTES DE MIM? ENTÃO EU VOU TENTAR, TENTAR REVOLVER AS COISAS E ME ENCONTRAR, COLOCAR MEUS PÉS DE VOLTA NO CHÃO. VAI LEVAR TEMPO, MAS EU SEI QUE VAI SAIR TUDO BEM, PORQUE MUITA COISA NÃO MUDOU NO INTERIOR. É DIFÍCIL DE DESCOBRIR, COMO ISSO VAI SER, PORQUE EU REALMENTE NÃO SEI AGORA. EU NÃO QUERO ESPERAR MUITO TEMPO PARA DESCOBRIR ONDE EU DEVERIA PERTENCER, EU SEMPRE QUIS ESTAR ONDE ESTOU HOJE, MAS EU NUNCA PENSEI QUE IRIA ME SENTIR DESSA MANEINA, EU SÓ QUERO ENTENDER! xoxo Emily Marinho

domingo, 20 de junho de 2010

ESTOU PARADA NO MEI DA SALA, EU VEJO OS GAROTOS SEGUINDO PERFUME DE GAROTAS. TUDO ESTÁ COMO DEVE SER, EU ASSUMO. EXCETO PELA DISTÂNCIA ENTRE EU E VOCÊ. VOCÊ ESTÁ PARADO COMO UMA FLOR NA PAREDE, A SALA ESTÁ INTEIRA MAS NÓS ESTAMOS DESABANDO, E TODOS OS NOMES QUE NOS TROUXERAM AQUI SIMPLESMENTE SE FORAM... QUEM VOCÊ É ESTÁ CAINDO SOBRE MIM, QUEM VOCÊ É, É TUDO O QUE EU PRECISO. TENHO ESPERANÇA, ESTOU ESPERANDO, ESTOU REZANDO PARA QUE VOCÊ SEJA O ESCOLHIDO. NÃO ACREDITO QUE AQUELA NOITE SE TORNOU O DIA DE HOJE, EU USEI A FALA QUE VOCÊ DEVERIA USAR, E A TODOS OS NOMES QUE NOS TROUXERAM AQUI, AGORA TEMOS QUE AGRADECER. QUEM VOCÊ É ESTÁ CAINDO SOBRE MIM, QUEM VOCÊ É, É TUDO QUE EU PRECISO. TENHO ESPERANÇA, ESTOU ESPERANDO, ESTOU REZANDO PARA QUE VOCÊ SEJA O ESCOLHIDO. SE FOR VOCÊ, EU ESPERO, EU SIGO. ESTOU AQUI PRA FICAR, CONTANDO QUE TENHAMOS A PROMESSA DO AMANHÃ EU TE PROMETO HOJE EU ESPERAREEEEI, EU ESPERAREI.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

it's over.


NÓS FICAMOS SEM PALAVRAS, NÓS FICAMOS SEM TEMPO. FICAMOS SEM RAZÕES PARA ESTARMOS JUNTOS. AMBOS SABEMOS QUE ACABOU, FIM DE LINHA. É MELHOR QUE A GENTE NEM SE FALE MAIS. NÃO ME LIGUE, MESMO QUE EU PASSE POR SUA MENTE. EU NÃO PRECISO OUVIR SUA VOZ NAS MINHAS MENSAGENS. VAMOS DESISTIR DISSO, PROVAVELMENTE SERÁ MELHOR, ENTÃO, SE EU NÃO RETORNAR ÀS SUAS LIGAÇÕES É PORQUE... PORQUE NÃO VOU VOLTAR, ESTOU FECHANDO A PORTA. EU ACOSTUMAVA ME MACHUVAR SENTINDO SUA FALTA E NÃO ESTOU MAIS. A SUA FOTO QUE ESTAVA NO MEU CELULAR JÁ FOI EMBORA, NÃO AGUENTO VER SEU SORRISO QUANDO ME LIGAVA. PORQUE ACABOU, VOCÊ SAQUE QUE DESSA VEZ ACABOU, ENTÃO QUANDO VOCÊ ME LIGAR APERTAREI O SEND, NÃO QUERO MAIS OUVIR SUAS MENSAGENS. ESTOU TENTANDO APAGAR VOCÊ DA MINHA MENTE PORQUE ACABOU. EU JURO QUE DESSE VEZ ACABOU. ENTÃO PARE DE ME LIGAR, DE DEIXAR MENSAGENS, PORQUE EU NÃO QUERO SABER POR ONDE VOCÊ ESTEVE, POR QUÊ ACABOU!


"Amor não é se envolver com a pessoa prfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exataltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser, e eu ainda espero meu melhor." xoxo Emily Marinho


terça-feira, 8 de junho de 2010

como Deus escolhe pais de uma criança com diabetes.


Muitos homens e mulheres tornam-se pais por acidente, alguns por escolha, poucos por pressões sociais, e um par, por hábito. Alguma vez você já pensou como os pais de crianças diabétes são escolhidos? De algum modo eu vizualizo Deus pairando sobre a Terra selecionando seus instrumentos de propagação com grande cuidado e deliberação. Enquanto observa, instrui anjos a fazer anotações em um grande livro. "Família Silva, João e Maria, um filho. O santo patrona São Matheus. Família Souza, Carlos e Ana, uma filha. O santo patrono Santa Cecília. Família Oliveira, Antonio e Paula, gêmeos. Patrono Santo Geraldo.
Finalmente, ele passa um nome para um anjo e sorri. "Dêem a eles uma criança com diabetes". O anjo curioso pergunta "Por que isso, Deus? Eles são tão felizes?". "Exatamente" sorri Deus. "Poderia eu dar uma criança com diabetes a uma mãe e um pai que não sabem sorrir? Isso seria cruel".
O anjo pergunta "Mas têm eles a paciência?" "Eu não espero que eles tenham muita paciência, ou eles afundarão num mar de auto-piedade e desespero", Deus respondeu. "Uma vez que o choque e o ressentimento passarem, eles irão lidar com a situação. Eu os abservei hoje; Eles têm aquele sentimento de independência e auto-procura que é tão raro e tão necessário no pais. Veja, a criança que vou dar a eles tem seu próprio mundo. Eles tem de fazê-lo seu mundo também, e isso não será fácil." Deus sorri. "Esta família é perfeita. Eles têm suficiente egoísmo." O anjo engasga. "Egoísmo? E isso é uma virtude?" E Deus diz "Se eles não separarem eles mesmos da criança ocasionalmente, eles não viverão nunca. Sim, esta é a família que eu abençoarei como perfeita. Eles ainda não percebem, mas eles serão invejados. Permitirei que eles vejam claramente coisas que eu vejo... ignorância, crueldade, preconceito... e permitirei que eles superem tudo isso. Eles nunca estarão sós. Estarei do lado deles cada minuto do dia de suas vidas porque eles estarão fazendo meu trabalho certamente como se estivessem aqui do meu lado. "E o santo patrono?" pergunta o anjo, a caneta parada no ar. Deus sorri. "Um espelho será suficiente."
Fiquei em choque ao ler esse texto, então, lágrimas sairam do meu rosto e no mesmo momento agradeci à Deus por ter escolhido uma família completamente perfeita pra mim.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

I am what I am.


Aprendi a ver quem são as pessoas que me fazem bem, as que me fazem mal, e as que não fazem simplismente porra nenhuma. Aprendi que o que realmente vale a pena é o momento vivido. Aprendi a continuar de cabeça erguida e a lutar pelas coisas que acredito. Aprendi a ver que há certas coisas na vida que o tempo não apaga. Que não se pode exigir o amor de ninguém, apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência para que a vida faça o resto. Aprendi a ouvir críticas e elogios, a criticar e elogiar, a seguir meu coração, antes de seguir qualquer outra coisa. Mas acima de tudo, aprendi a acreditar em mim mesma. Eu sou aquela garota que não se abala com pouca coisa, aquela que ás vezes pensa que não vai dar certo, mas nunca desiste, "sigo adiante e sem medo de errar", aquela que já percebeu que príncipes encantados não existem, entretanto tem seus sonhos como todo mundo. Aquela que ás vezes quer fugir pra BEM LONGE, e esquecer de TUDO, mas logo percebe que tudo na vida é aprendizado. Ela segue em frente, tem os melhores amigos do munfo do seu lado, tem sonhos... muitos sonhos, tem esperança, tem personalidade própria acima de tudo e descobriu que cada um tem seu jeito de ser, cada um tem seu jeito de tocar, cada um tem seu jeito de sonhar, enfim;; cada um é cada um. Por isso aprendi a ser eu mesmo e ninguém mais. E quer saber? hoje, eu me considero a garota mais feliz do mundo. Mesmo com muitos problemas com garra tento resolvê-los, luto pelo que quero, corro atrás dos meus sonhos, fazendo o impossível para torná-los realidade. Vivo se metendo em confução e depois que elas passam, começo a rir. Já aprendi que no final tudo dá certo, já fui vítima das mentiras desse mundo, de pessoas maldosas e hoje estou bem mais FORTE, e é muito mais difícil tentar me derrubar. Vejo mais valor nas pessoas do que nas coisas materiais. Eu gosto do impossível, tenho medo do provável, dou risada do ridículo e chora porque tenho vontade, mas nem sempre tenho motivo. Tenho um sorriso confiante que ás vezes não demostra o tanto de insegurança por trás dele. Sou inconstante e talvez imprevisível. Não gosto de rotina. Eu amo de verdade aqueles pra quem EU DIGO ISSO, e me irrito de forma inexplicável quando não botam FÉ nas palavras. Mas acima de tudo, uma garota diferente, que aproveita a vida ao máximo. xoxo Emily Marinho.