domingo, 18 de julho de 2010


VOCÊ É O CÉU NO QUAL EU CAI E EU LEMBRO EXATAMENTE COMO FOI. ARREPIOS AINDA CORREM NA MINHA ESPINHA A MEDIDA COM QUE NOSSOS DEDOS SE ENTRELAÇAM E SEU TAMANHO SE HARMONIZA COM O MEU. EU AINDA POSSO SENTIR SEU CORAÇÃO BATER RÁPIDO QUANDO VOCÊ DANÇA COMIGO. NÓS CRESCEMOS E EU DEVERIA SABER QUE EU ME SENTIRIA MAIS FRIA QUANDO ANDASSE SOZINHA, ASSIM EU POSSO CAVAR FUNDO MEU DESÂNIMO. SE MEU CORAÇÃO FOSSE UMA BÚSSOLA, VOCÊ SERIA O NORTE ONDE QUER QUE VOCÊ VÁ. SE MEU CORAÇÃO FOSSE UMA CASA, VOCÊ ESTARIA EM CASA. E SIM... FRANCAMENTE, AINDA ME SINTO SOZINHA (MAS VOU SOBREVIVER), ASSIM EU POSSO CAVAR FUNDO MEU DESÂNIMO. xx Emily Marinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário