domingo, 28 de março de 2010

don't forget.


Saudade de pessoas, de lugares, de momentos. Saudades de um dia de chuva, de uma noite de estrelas. Saudade de uma música, de um programa de tv. Saudade de um show, de uma festa, de um passeio. Tentamos afastá-la, esquecêl-a, mais quando ela volta, volta com uma intensidade e a dor torna pior. Quando mais o tempo passa, mais ela se torna e as lembranças de um dia, de uma pessoa, de uma conversa ficam cada vez menos decifráveis. Nossa memória falha em se tratande de coisas que aconteceram há muito tempo. Nosso coração fraqueja ao lembrar de coisas que nos fizeram sonhar, gritar, sorrir. A saudade nos entristece, nos desanima. Tentamos buscar um refúgio para fugir dela, mas uma hora ou outra ela acaba nos encontrando. Tem coisa melhor do que MATAR A SAUDADE de um amigo que não vê há muito tempo? De ir a um lugar que você foi tão FELIZ? De relembrar coisas do passado? Emily Marinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário